top of page
  • Foto do escritorRui Prado

Galatrixa é o "primovinogenito" da Octávio Freitas Winery

Atualizado: 17 de ago. de 2022

O Chef Octávio Freitas cria a sua própria marca de vinhos - a Octávio Freitas Winery - e o seu primeiro vinho é um sincero elogio à sua ilha, às suas gentes e ao terroir da Calheta.



No ano de 2020, Octávio Freitas abriu o Socalco - uma unidade hoteleira na Calheta, inserida numa escarpa constituída por socalcos, onde as culturas agrícolas e as espécies de flores escolhidas revelam o mais madeirense dos hotéis madeirenses onde não poderiam faltar as vinhas.


Nestes socalcos do hotel, entre as levadas e o olhar curioso dos turistas cresceram o Verdelho, a Malvasia fina e o Folgasão, que dão origem a este vinho. A exposição solar é extrema, conta com uma altitude de cerca de 100 metros e a proximidade do mar a menos de 200 metros, tornam este vinho um caso muito especial. É um vinho cristalino de coloração cítrica. Aroma intenso entre notas florais e fruta tropical, onde se destacam as notas de banana e ananás. Apresenta um ligeiro herbáceo característico da casta Verdelho. Na boca, mostra-se fresco, envolvente, equilibrado e bastante persistente. A acidez é presente, não fosse um vinho madeirense, mas bastante equilibrada.


Octávio Freitas é um Chef ligado à terra e às suas origens. No Socalco Nature, fez dos jardins as suas vinhas e horta: “Este vinho do qual me orgulho muito, está intimamente associado ao produto hoteleiro Socalco Nature, dirigido a uma gama média alta, e visa complementar toda a envolvência, em que o vinho será o último, mas não menor, dos detalhes”, refere.

Galatrixa é um regionalismo linguístico de lagartixa que é uma espécie endémica do arquipélago da Madeira. Mais do que uma troca de letras, é uma sincera homenagem à identidade vincada dos madeirenses. A guardiã das vinhas dá assim o nome ao primeiro vinho, produção de 2021 com um total de 1750 garrafas, da estreante Octávio Freitas Winery.


A imagem da Galatrixa reconhece-lhe o direito inequívoco de ser protagonista desta história. A pele deste pequeno réptil, que reina em toda a ilha da Madeira, no seu habitat natural actua como camuflagem, fora do seu entorno provoca o efeito oposto.


A sustentabilidade fundamentou a escolha de uma garrafa de vidro 100% reciclado, cujas imperfeições naturais do vidro e a sua silhueta assimétrica conferem ao produto movimento e personalidade. São todos estes atributos conceptuais e tangíveis que tornam o produto imediatamente reconhecível e lhe conferem a sua narrativa forte e indiscutível.


No passado dia 12 de Julho foi apresentado oficialmente ao público, no seu berço - o Socalco Nature Calheta - numa pequena cerimónia que contou com as mais altas entidades da Região Autónoma da Madeira.


Mais info: https://socalconature.com


0 visualização0 comentário
bottom of page